Revisitando o passado

Posted: Julho 30, 2010 in Metalinguística, Poesia

Estava aqui pensando sobre o que postar hoje e acabei tendo a idéia de reler coisas que escrevi há algum tempo. Encontrei nos meus journals da last.fm uma poesia que fiz, com o mesmo nome do meu blog, e que de certa forma me inspirou a dar esse nome. Decidi então fazer um post comentando essa poesia e o que mudou de lá pra cá.

A poesia em si é um diálogo entre três eus diferentes, um que se expressa em italiano, outro em inglês e outro em português. As línguas diferentes servem pra enfatizar o quão diferente pode ser a sua própria visão sobre um mesmo assunto e explicitar uma confusão interna em torno de uma decisão difícil. Vejam:

______________________________________

Metalinguagem

Non voglio più scherzare
This I know for sure
But with whom?

Non lo so cosa fare
This is far too obvious
Oblivious, perhaps?

Que vias são claras de olhos fechados?

Forse illuderci insieme
This is not at all unconscious
Will it be worth to run the mile?

Forse morire oppure uccidere
The gun is loaded over the silence
Who will aim at whom/what?

Se sai entendo vive não é porque e não

Tradirò il mio cuore perchè non sai capire
Yeah, like I could…
Could you, eventually?

Sono perduto davanti a mille bussole
Shorten that to a question mark
Do I care for directions?

Como é bom estar num beco sem saída

______________________________________

Há três anos eu estava convencido de que não ter escolha era a melhor solução, por que isso não te exigia tanto compromisso. Pra que melhor do que não ser o responsável pelo seu futuro? É sempre bom ter alguém pra colocar a culpa. Pensava também que seria melhor se iludir conscientemente por que a realidade era muito dura. Que seria melhor ir pelos caminhos que me indicavam pra alcançar a minha felicidade. Ao mesmo tempo, vejo que dentro de mim algo dizia que esses caminhos não eram certos. Que na verdade eu precisava descobrir isso sozinho, no meu silêncio, e decidir o que deveria continuar vivo em mim ou não. Eu estava em conflito ético! uahauhuahau (mas é sério)

Hoje eu vejo que a vozinha lá dentro (that’s what she said) tava certa. Vendo o que eu passei nesse intervalo de três anos, a vida me ensinou que a realidade é sempre melhor que a ilusão. Que não há problema que não se supere. Que não há coisa pior do que não ser responsável por seus proprios atos. Que a felicidade que todos te indicam não é aquela que você procura. Que se você for sincero consigo mesmo durante o silêncio, você descobre aquilo que você precisa e começa a ter forças pra buscar isso.

E de repente, a vida se torna mais agradável. Você vê que tudo começa a agir a seu favor e que você está exatamente onde quer estar, caminhando pra onde quer chegar. Da minha visita a 2007 eu tiro a seguinte pergunta pra repassar pra vocês: “Que vias são claras de olhos fechados?”

Música: Laura Pausini – Succede al cuore

Anúncios
Comentários
  1. “Que vias são claras de olhos fechados?”
    Resp: Todas elas.

    De olhos fechados enxergamos melhor, pq eu sempre achei que de olhos abertos eu teria coisas demais pra tirar minha atenção, dai comecei a “ver” de olhos fechados.

  2. Com certeza! Mais uma interpretação pra o que eu escrevi, e eu também concordo com essa!

  3. Edinardo diz:

    Realmente quando voltamos ao passado vemos as inumeras possibilidades de caminho q temos para o futuro. E realmente acho que ainda maminha de “olhos abertos” por medo. Brigadão!!! Esse port vem em boa hora!!! Vou responder sua pergunta em breve! Prometo!

    • Bruna diz:

      Nenhuma. tudo fica mais facil quando abrimos os olhos. Quando alguém veio até nós nos mostrar as vias claras fechamos os olhos e só percebemos que realmente eram mais claras quando passamos por varias vias escuras ;*

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s