Meu desejo mais íntimo

Posted: Setembro 17, 2010 in Metalinguística

Hoje é ultimo dia de um ciclo. Amanhã faço 27 anos e deixo pra trás muita coisa desnecessária, levando comigo o que eu preciso pra essa nova fase. Nesse ano, muita coisa aconteceu. Sofri bastante no início, recobrei minha personalidade, me reaproximei da minha família e de alguns amigos, conheci pessoas maravilhosas e me livrei de pesos imensuráveis. Mas acima de tudo, eu cresci. Eu aprendi.

Aprendi a tomar as decisões certas. Conheci o preço da verdade e a decepção da mentira. Vi que tudo que um dia eu cobrei, posso receber sem pedir. Pude saborear da sincronia, da sintonia e da reciprocidade. Tudo isso por que fui capaz de deixar morrer aquilo que não me fazia bem. Vi renascer em mim uma nova espiritualidade. Dei mais um passo rumo ao meu crescimento profissional. Realizei mais alguns sonhos materiais. Fui aprendendo que amizade e amor são coisas leves. Que além de compreender, preciso ser compreendido. Que sou feliz por ser responsável pelo rumo da minha própria vida.

Pra este próximo ciclo, que se inicia assim que eu terminar de escrever, quero continuar crescendo e aprendendo. Vou cultivar o que há de bom em mim, vou praticar o silêncio e a autopreservação. Vou me afastar de tudo e todos que me fazem mal. Quero ser uma pessoa mais leve. Quero preservar minha sinceridade e minha integridade. Quero entender que não posso agradar nem satisfazer a todos, e que só poderão estar perto de mim as pessoas que compreenderem e respeitarem o meu modo de vida. Quero ter a força de dizer “Não”, “Isso não cabe a você”, “Você não está me fazendo bem”, assim como eu tenho forças pra dizer “Sim”, “Me desculpe” e “Eu te amo”. Quero conseguir dizer adeus a todas as pessoas que me julgam antes de me ouvir e que ao me escutar não me entendam/respeitem. Quero ter o coração aberto ao perdão. Quero ser mais desapegado e ao mesmo tempo mais controlado. Quero e vou dar mais um passo na minha jornada profissional. Vou descobrir que eu tenho mais força do que eu mesmo me dou crédito. E sim, mais uma vez eu irei me surpreender positivamente.

Que eu seja guiado para o bem. Que a minha mente não deseje mal aos que me fizeram mal. Que meu silêncio me leve aos meus objetivos. Que a minha palavra possa transformar o mundo num lugar melhor. Que a música possa me acalmar e confortar nos momentos de solidão. Que eu possa estar mais em contato com a natureza. Que a lua e o mar continuem me ensinando a nascer, crescer e morrer. Que os Deuses me permita fechar mais um ciclo até dia 18 de Setembro de 2011.

Anúncios
Comentários
  1. Wy diz:

    :*
    nossa… Lu .. adorei… falou tudo 🙂 voltarei pra ver direitinho depois… erick mandou bjinho :**** e feliz ano novoooo Luuu… te amo viu… sempre ^^

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s